quinta-feira, 13 de dezembro de 2012


"Quando o praticante de yoga não está mais viciado nos desfrutáveis objetos dos sentidos do som, textura, forma, sabor e odor; quando não está mais apegado a nenhuma ação buscando desfrutá-las, e tendo atingido a mais completa renúncia de todos os planos de tal ação, apenas então poderá ser aclamado como sendo aquele que verdadeiramente atingiu a Yoga."
Bhagavad Gita 6.4




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...